Blog

Evento teste

IMG-20150407-WA0011sdadad asd asd asd asd asda sda dsad da
sd as

Morrer ou viver?

download

O que escrever?
Pensei sobre muitas coisas. Mas não sou capaz de escrever muitas coisas em um único texto, isso exige habilidades que hoje não tenho. Mas aqui vão algumas palavras sobre um assunto. Palavras ditas por meio de considerações e não conclusões. Reflexões e não ofensas. Este texto é fruto de uma sugestão. A ideia sugerida produziu um convite, e aqui estou eu escrevendo, ou melhor, digitando. Digitei. Apaguei. Recomecei. (Isso durou umas três horas).
Assim como eu você deve ter ouvido falar sobre os martírios que tem acontecido aos servos de Jesus lá no Oriente Médio. Homens e mulheres têm morrido por causa de seu Senhor e Mestre.
Como todos vocês (acredito eu) eu fui a Deus em oração por este motivo. E de modo confrontador percebi a voz de Deus ao meu coração dizendo-me: “Quem vive por mim, por mim também é capaz de morrer se preciso for. Quem não vive por mim, jamais por mim morreria se preciso fosse”. Eu fiquei chocado (sem exageros), percebi que ao receber a noticia dos martírios eu estava tendo uma impressão desfocada da situação. Eu fui sensibilizado pela morte daqueles irmãos, e ao fazer isso, acabei ignorando a vida deles, passei despercebido pela obra de conversão do Espírito na vida deles. Eu tive pena pelo modo como eles morreram, mas não agradeci a Deus pelo modo como eles viveram.
Eles só morreram daquele modo por que viveram sob a companhia, senhorio e amando a causa pela qual morreram. À semelhança de Enoque e Noé (livro de Gênesis) eles andaram com Deus. Certa vez ouvi a Missionária Jaqueline Santim (na época residente na MISPA) ministrando e dizendo: “não tenhamos dó da igreja perseguida, oremos pela igreja que não suportaria uma perseguição por causa de seu Senhor”, que verdade!
Estêvão um dia também suportou o martírio, mas a Bíblia revela quem era Estêvão e como ele vivia (Atos 6.5), diz o texto sagrado: “Estêvão homem cheio de fé e do Espírito Santo…”. Ser cheio aqui é ser dirigido, orientado, conduzido, logo, o diácono Estêvão era conduzido em vida pelo Espírito, na hora do martírio/morte o Espírito o levaria a negar seu Senhor e Salvador? Jamais!
Jesus conhecendo a incapacidade da missão sem o Espírito Santo disse aos seus discípulos: “mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra” (Atos 1.8). Ser uma testemunha era anunciar o que se experimentou viu ou ouviu, ou até morrer pelo que se experimentou, viu ou ouviu. Os nossos irmãos primitivos receberam o Espírito Santo e O Espírito os tornou perseverantes no seguir a Cristo.
Gostaria de lhe fazer uma pergunta, posso? Sim?! Ok!
Você viveria para Cristo? Ou melhor, vamos “sair do futuro”, voltemos ao presente: por quem você tem vivido?
Jesus não nos chama para morrermos fisicamente por Ele. Mas Ele nos chama para vivermos por Ele, com Ele e para Ele, se fizermos isso, se necessário for, por Ele morreremos. Então: viva por Ele, ame-O, siga-O, sirva-O, ande ao lado d’Ele, proclame-O!

Pr. Ramsés de Jesus de Azevedo Júnior
Pastor da IPR Central de Sorocaba

Ramsés

Biografia do autor: Pr. Ramsés de Jesus de Azevedo Júnior

Natural de Osasco/SP, Bacharel em Teologia, Graduando no Curso de Psicologia,

Pastor da Igreja Presbiteriana Renovada Central de Sorocaba, Casado com Jéssica Cristine e 

Pai de Eloá Nicole.

Sede em Brasília – Brasil

CSB 02 Lote 1/4 Sala 808
Torre A - Alameda Shopping
Taguatinga Centro
+55 (61) 3562-5482
+55 (61) 8441-4481
marciaacamplaafrica@hotmail.com

Filial em Moçambique – África

Beira - Moçambique, Bairro Matacuane
Rua Garcia da Horta 1837, Porta 165
Moçambique - África
+258 84272-4152
acampla@hotmail.com

Eventos

  • Evento teste
    Evento teste
    sdadad asd asd asd asd asda sda dsad da sd as...